Covid-19: por que a perda de olfato e paladar e como lidar com isso

A perda do olfato é um dos sintomas mais característicos da infecção do novo coronavírus (Sars-CoV-2). E, ao contrário do que ocorre em outras doenças respiratórias (rinite, sinusite, resfriados), essa falha acontece de forma abrupta e intensa.

O otorrinolaringologista Gilberto Ulson Pizarro, explica que a causa ainda não está totalmente clara — assim como muito que envolve Covid-19, já que a doença é nova e complexa.

“Já é possível dizer que o coronavírus afeta as células responsáveis pelo olfato e paladar”, afirma.

Esse efeito acaba não apenas com a perda total ou parcial da capacidade olfativa, mas também com a dificuldade em distinguir corretamente os cheiros, o que leva à percepção de cheiros que não existiam naquele momento — por exemplo, fumaça. “Isso mostra que as células olfativas não estão funcionando bem”, argumenta o médico.

Pesquisas conduzidas na Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, em ratos e primatas já deram algumas dicas de como esse mecanismo funciona, sobre as quais você pode ler aqui.

Como a maioria dos sintomas, a perda do olfato geralmente desaparece assim que o paciente está curado. No entanto, algumas pessoas infectadas permanecem sem essa sensação por muito tempo, o que causa considerável desconforto.

perda de olfato e paladar remedio

O tratamento para a perda de olfato

Pacientes infectados com Sars-CoV-2 que perderam o olfato são tratados por otorrinolaringologistas com um protocolo usado em todo o mundo em qualquer caso, independentemente do diagnóstico de Covid-19.

Pizarro explica que, primeiro, é aplicado um teste da Universidade da Pensilvânia (EUA), baseado em quatro cartelas com 40 odores diferentes. “ Dessa maneira, você pode identificar com precisão o tipo de cheiro que foi perdido e acompanhar, com a mesma cartela, a evolução do tratamento ”, ensina.

“Se o problema persistir por muito tempo, como tem sido o caso de alguns portadores de coronavírus, pode ser indicado terapia que também é realizada em todo o mundo, chamada de treinamento olfativo”, acrescenta Otorrino.

Perda de olfato e paladar

Em pacientes com COVID-19, a perda do olfato é geralmente repentina e severa.

Normalmente não envolve obstrução, congestão nasal ou coriza—a maioria das pessoas com coronavírus ainda consegue respirar livremente. Outra coisa que os diferencia é a sua esmagadora do paladar.

Não é que seu paladar esteja um pouco prejudicadas porque seu olfato está fora de ação, dizem os pesquisadores em um artigo publicado na revista científica Rhinology.

Pacientes com resultados positivos para covid-19 que perderam o paladar realmente não consegue distinguir entre amargo e doce. Isso ocorre porque o vírus afeta as células nervosas diretamente envolvidas na sensação do olfato e do paladar.

Os principais sintomas do coronavírus são:

  • Febre alta;
  • Tosse nova contínua;
  • Perda de cheiro ou paladar.

Qualquer pessoa com esses sintomas devem ser isolada, e testada para o vírus. Outros membros da família também precisam se isolar para evitar uma possível disseminação.