Ozonioterapia trata dores ortopédicas e musculares: entenda!

Ozonioterapia: Dores ortopédicas são uma realidade constante para milhares de brasileiros e a ortopedia é a especialidade da medicina que trata dessas patologias do sistema musculoesquelético. Ou seja,  trata tudo que envolve o sistema locomotor (doenças nos ossos, articulações, ligamentos, tendões, nervos e músculos). 

Não é preciso entrar em detalhes para dizer que essas dores atrapalham bastante o dia a dia das pessoas. 

Alguns exemplos de dores ortopédicas são problemas como: a lombalgia, cervicalgia, dor ciática, hérnia de disco, escoliose, fraturas, artrose, entorses, luxações e osteoporose.

Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), 80% da população tem ou já teve dores na coluna. Mais de 20 milhões de brasileiros sofrem com esses incômodos constantemente.

De acordo com um estudo do IBGE, a doença hérnia de disco atinge cerca de 5,4 milhões de pessoas no Brasil. Esses números significam algo que os brasileiros sentem na prática: as doenças ortopédicas são mais comuns do que imaginamos e impactam diretamente na qualidade de vida dos cidadãos.

O tratamento de dores ortopédicas envolvem consultas com ortopedistas, sessões de fisioterapia, repouso e analgésicos. Se necessário, em casos mais graves, há a indicação de uma cirurgia corretiva para solucionar a causa do problema. 

Mas será que existem outras formas de tratamento? Sim. Felizmente existem diversos tipos de tratamentos médicos para amenizar as dores e até mesmo curar os pacientes; dentre eles, a ozonioterapia.

Ozonioterapia tem risco?

Esse método se destaca por ser 100% natural, sem efeitos colaterais negativos e também porque não é um meio invasivo. 

Ainda é um método relativamente novo no Brasil, por isso, está se popularizando.  Contudo, a cada dia a ozonioterapia começa a fazer parte da rotina de milhares de pessoas, ajudando a aliviar dores e melhorar a qualidade de vida de cada uma delas. Saiba mais sobre esse tratamento!

Ozonioterapia para dores ortopédicas: como funciona?

Ozonioterapia trata dores ortopédicas
Ozonioterapia trata dores ortopédicas

A ozonioterapia se dá pelo uso do componente ozônio no tratamento de patologias – mais de 200 doenças são tratadas por este método atualmente. Essa eficiência se dá porque essa molécula tem poder analgésico, anti-inflamatório, bactericida, fungicida, virustático e ação regeneradora.

Então, por suas propriedades anti-inflamatórias e analgésicas, o ozônio – e em consequência a ozonioterapia – é um grande aliado para os métodos citados anteriormente.

Lembrando que tudo deve ser indicado por um médico especializado. Este conteúdo não substitui uma consulta médica. 

A ozonioterapia age, portanto, na dor que os pacientes sentem em decorrência da doença ortopédica. Aliviando os desconfortos, as pessoas passam a ter mais qualidade de vida e conseguem dar continuidade nos outros tratamentos com mais facilidade.

Tipos de aplicação da ozonioterapia

É claro que existem diversos tipos de aplicações do ozônio – as quais se diferenciam em cada tratamento. 

Cada tipo de aplicação é recomendada para doenças, condições e doses de ozônio diferentes. É por isso, inclusive, que esse método só pode ser aplicado por profissionais extremamente capacitados, que tenham os aparelhos de ozonioterapia corretos. Eles indicarão o melhor a ser feito em cada caso. 

Para dores ortopédicas, em especial, existem algumas aplicações mais comuns, como a ozonioterapia por injeções locais. Elas são aplicadas em pontos biologicamente ativos do organismo, dependendo do tipo de doença ortopédica e de onde é a dor de cada paciente. 

Esse tipo de aplicação otimiza e gera uma reação no organismo que aumenta a capacidade de cura do próprio corpo, o que proporciona resultados permanentes.

Além disso, o ozônio tem um poderoso efeito que pode ser imediato contra as dores e isso contribui para a diminuição do consumo de analgésicos.

Outra alternativa importante para esse tipo de tratamento é a hidro-ozonioterapia (feita em contato direto com a pele para estimular a circulação sanguínea e aliviar as dores superficiais). Essa técnica é usada para condições mais leves, em que não há tanta dor. 

Citamos duas, mas há outras diversas maneiras de aplicar o ozônio – como pela auto hemoterapia, aplicação intra-arterial,  intravenosa direta, entre outras.

O seu médico saberá qual receitar. Por não oferecer efeitos colaterais e contar com poucas contra indicações, o ozônio medicinal pode ser aplicado quantas vezes necessário para a dor de cada paciente (desde que as dosagens e a frequência dessas aplicações sejam definidas pelo médico responsável pelo seu caso). 

Por que optar pela ozonioterapia e quais são seus diferenciais?

A ozonioterapia é um método extremamente vantajoso. Isso porque o ozônio é um elemento 100% natural, formado por moléculas de oxigênio puro. Por isso, há poucas contra indicações e é indolor. 

Ainda diminui o consumo de analgésicos, os quais podem ocasionar alguns efeitos colaterais.

Por essas características apresentadas, já é possível concluir que a ozonioterapia é eficiente. Só que fica melhor ainda quando descobrimos outra das principais vantagens: pode garantir uma melhora mais rápida ao paciente. 

Ozonioterapia é confiável para tratar dores ortopédicas?

A ozonioterapia não é um método experimental ou qualquer coisa do tipo. É uma abordagem regulamentada por diversos conselhos profissionais da área da saúde e utilizada no mundo inteiro há anos. No Brasil, a ozonioterapia promete revolucionar diversos tratamentos em poucos anos!

Diante dessas informações, podemos assegurar que a ozonioterapia é extremamente confiável para tratar dores ortopédicas.

Michele Salvino
Meu nome é Michele Salvino. Estou no último semestre da faculdade de Nutrição. Sou apaixonada pelo estilo de vida saudável, por práticas que facilitem o bem-estar.