Mulungu: conheça os benefícios calmantes e antidepressivos dessa planta

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

O chá de mulungu não é dos mais conhecidos, mas suas propriedades certamente chamam a atenção. Essa planta possui diversos nomes populares diferentes de acordo com a região onde são encontrados, como: capa-homem, amansa-senhor, bico-de-papagaio, capitão-do-mato, eritrina, canivete, sananduva e bico-de-arara, por exemplo.
O mulungu é muito usado em vários tipos de tratamento, principalmente nos relacionados à insônia e ao estresse. Isso acontece por conta da sua ação sedativa, tranquilizante e calmante, o que deixa quem o consome mais tranquilo. Além disso, ele também promove a diminuição da pressão arterial.

Dessa forma, você pode ingeri-lo através da infusão das castas do seu tronco. Evite o uso de suas sementes, pois elas são muito tóxicas, podendo levar à morte.

Conheça todos os seus principais benefícios.

Benefícios do chá de mulungu

Além de sua potente ação calmante, outros benefícios conhecidos do chá são: 

  • Tratamento de estados emocionais como histeria, neurose, ansiedade, agitação, depressão, ataque de pânico, epilepsia e compulsão devido às suas propriedades antidepressivas, hipnótica, sedativa e tranquilizante;
  • Tratamento de doenças do fígado, devido a sua propriedade hepatoprotetora;
  • Diminuição da pressão, por ter efeito hipotensivo e diurético;
  • Diminuição dos sintomas da bronquite asmática, devido à sua propriedade antiasmática e expectorante;
  • Tratamento de infecções e inflamações, como cistite ou gengivite, por exemplo, por causa das suas propriedades antibacteriana e anti-inflamatória.

Como consumir o chá

Por fim, o chá pode facilmente ser feito em casa, visto que o preparo consiste em apenas duas partes: ferver a água e, então, adicionar a casca de mulungu. 

Ingredientes

  • 4g de casca de Mulungu;
  • 1 xícara de água fervente.

Modo de preparo

Colocar a casca de mulungu na água e deixar ferver por 15 minutos e tomar o chá ainda morno, de preferência 3 vezes ao dia. Evitar tomar por mais de três dias seguidos.

Cuidados no consumo

Ainda, recomenda-se que o chá não seja consumido mais do que 3 vezes ao dia, visto que sua ação calmante pode afetar diretamente na execução de atividades do dia a dia, ou seja, causando uma sensação de “preguiça” ou relaxamento extremo. 

Publicidade