6 Opções de tratamento natural pra H. Pylori

Helicobacter pylori (H. pylori) é uma espécie de bactéria capaz de sobreviver no ambiente ácido do estômago humano, onde se desenvolve e pode causar infecções. É a principal causa de 80% das úlceras gástricas e 90% das úlceras duodenais. A infecção por H. pylori é muito comum e há indícios de que pode ser transmitida pela saliva ou pelo consumo de água e alimentos que entraram em contato com fezes contaminadas.

A boa notícia é que, na maior parte dos casos, o Helicobacter pylori não causa problemas. Quando ocorrem, os principais sintomas são:

  • Dor ardente no abdômen;
  • Inchaço;
  • Náusea;
  • Perda de apetite;
  • Arroto frequente;
  • Perda de peso.

Se o Helicobacter pylori produzir sintomas, geralmente será tratado com medicamentos para o estômago e antibióticos. Para algumas pessoas, usar terapias convencionais pode ser difícil porque às vezes produzem efeitos colaterais negativos, como dor de estômago, náuseas, diarreia e perda de apetite.

Contudo, algumas bactérias são resistentes aos antibióticos, o que complica os tratamentos tradicionais. Portanto, algumas pessoas acabam procurando opções naturais de tratamento para o Helicobacter pylori.

Antes que você pense em abandonar o tratamento convencional, lembre-se de que estudos in vivo e in vitro de tratamentos naturais de H. Pylori mostraram que esses métodos podem apenas reduzir as populações de bactérias, mas não podem eliminá-las completamente.

Opções de tratamento natural para a H. Pylori

tratamento para h pylori

1. Probióticos

Além de serem consumidos na forma de suplemento, os probióticos também são encontrados em alimentos como iogurte e kefir. Os probióticos criam bactérias boas que habitam o intestino e estimulam a produção de substâncias que combatem a bactéria e reduzem os efeitos colaterais que surgem no tratamento de doenças como diarreia, prisão de ventre e má digestão.

2. Ômega-3 e ômega-6

O consumo de ômega-3 e ômega-6 pode ajudar a reduzir a inflamação do estômago e prevenir o crescimento do Helicobacter pylori, ajudando assim a tratar a doença. Essas gorduras boas podem ser encontradas em alimentos como óleo de peixe, azeite de oliva, semente de cenoura e óleo de semente de toranja.

3. Brócolis, couve-flor e repolho

Esses três tipos de vegetais, principalmente o brócolis, têm uma substância chamada isotiocianato, que ajuda a prevenir o câncer e a combater o Helicobacter pylori, reduzindo assim o crescimento dessa bactéria no intestino. Além disso, esses vegetais são fáceis de digerir e ajudam a aliviar as dores de estômago causadas durante o tratamento. Portanto, para obter esses efeitos, recomenda-se o consumo de 70 gramas de brócolis por dia.

4. Frutas e legumes

Frutas não ácidas e vegetais cozidos devem ser consumidos durante o tratamento do Helicobacter pylori porque são fáceis de digerir e ajudam a melhorar a função intestinal. Contudo, certas frutas como framboesas, morangos, amoras e mirtilos, ajudam a combater o crescimento e o desenvolvimento dessa bactéria, portanto, podem ser consumidas com moderação.

5. Carnes brancas e peixes

A carne branca e o peixe têm menor teor de gordura, o que facilita a digestão no estômago e evita que os alimentos demorem muito para serem digeridos, o que pode causar dor e desconforto no estomago durante o tratamento. A melhor maneira de comer essas carnes é cozinhá-las em água e sal e adicionar folhas de louro para dar mais sabor sem causar ácido estomacal.

6. Chá verde

Um estudo realizado em ratos mostrou que o chá-verde pode ajudar a matar e desacelerar o crescimento do Helicobacter pylori. Estudos descobriram que beber chá-verde antes de ocorrer a infecção pode prevenir a inflamação do estômago, e beber chá durante a infecção pode reduzir a gravidade da gastrite.

O que não comer durante o tratamento para H. pylori

Durante o tratamento medicamentoso, é importante evitar a ingestão de alimentos que irritem o estômago ou estimulem a secreção de ácido gástrico, além de alimentos que agravem os efeitos colaterais. Alimentos que você não deve comer em sua dieta:

  • Café, chocolate e chá-preto contêm cafeína. A cafeína é uma substância que estimula o movimento gástrico e a secreção de suco gástrico, causando mais irritação;
  • Refrigerantes e bebidas gaseificadas, pois distendem o estômago e podem causar dor e refluxo;
  • Bebidas alcoólicas, por aumentarem a inflamação no estômago;
  • Frutas ácidas como limão, laranja e abacaxi, pois podem causar dor e queimação;
  • Pimenta e alimentos condimentados, como alho, mostarda, catchup, maionese, molho inglês, molho de soja, molho de alho e temperos em cubos;
  • Carnes gordurosas, frituras e queijos amarelos, por serem ricos em gordura, o que dificulta a digestão e prolonga o tempo dos alimentos no estômago;
  • Carnes processadas e alimentos enlatados, pois são ricos em conservantes e aditivos químicos que irritam o estômago e intestino, aumentando a inflamação.

Portanto, é recomendável aumentar o consumo de água, queijo branco e frutas frescas para ajudar a reduzir a inflamação do estômago e regular o trânsito intestinal.

Tratamento da H. pylori: Cardápio

A tabela a seguir mostra um exemplo de um menu de 3 dias a ser usado durante o tratamento:

RefeiçãoDia 1Dia 2Dia 3
Café da manhã1 copo de iogurte natural + 1 fatia de pão com queijo branco e ovoVitamina de morango com leite desnatado e aveia 1 copo de leite + 1 ovo mexido com queijo branco
Lanche da manhã2 fatias de mamão + 1 colher de chá de chia1 banana + 7 castanhas de caju1 copo de suco verde + 3 biscoitos de água e sal
Almoço/Jantar4 col de sopa de arroz + 2 col de feijão + frango ao molho de tomate + salada de repolhopurê de batata + 1/2 posta de salmão + salada com brócolis ao vaporsopa de legumes com couve-flor, batata, cenoura, abobrinha e frango
Lanche da tarde1 copo de leite desnatado + cereais1 copo de iogurte natural + pão e geleia de frutas vermelhassanduíche de frango com creme de ricota

Após o tratamento, é importante lembrar de higienizar bem as frutas e legumes antes de comer, porque o H. pylori pode estar presente nos vegetais crus e reinfectar o estômago novamente.