AVC o que é? Saiba como prevenir um AVC

Saiba como prevenir um AVC hemorrágico

Mais de 100 mil pessoas morem no Brasil todos os anos por causa do AVC acidentes vasculares cerebrais. 

Para se ter uma ideia, o AVC é a segunda causa de morte no Brasil, segundo o Ministério da Saúde.

Sendo uma doença silenciosa e muitas vezes fatal, você precisa estar informado e saber como prevenir esta condição. Desta maneira, selecionamos algumas informações que podem ajudar você a descobrir a melhor forma de combater o AVC.

Neste caso, como em muitos outros, prevenir é o melhor remédio! Saiba como prevenir o AVC e fique longe desse mal.

Que é o acidente vascular cerebral e como evitar um avc

Para saber como prevenir o AVC, antes de mais nada, é preciso entender como ele funciona.

O Acidente Vascular Cerebral, mais conhecido como (AVC), acontece quando o suprimento de sangue que vai para o cérebro é interrompido ou reduzido de forma drástica. Como resultado, isto priva as células de oxigênio e de nutrientes.

Do mesmo modo, ele também pode acontecer quando um vaso sanguíneo se rompe, causando uma hemorragia cerebral.

Entre as causas dessas ocorrências, estão a malformação arterial cerebral, mais conhecida como aneurisma, hipertensão arterial, cardiopatia, bem como a tromboembolia, que é um bloqueio da artéria pulmonar.

A saber, há dois tipos de AVC. O AVC isquêmico e hemorrágico.

O AVC isquêmico, por exemplo, se caracteriza pelo comprometimento de alguma artéria cerebral ou quando há uma obstrução na artéria. Como resultado, essa obstrução impede a passagem de sangue para o cérebro.

Quando isso acontece, essa condição é chamada de isquemia.

O AVC hemorrágico acontece quando há um rompimento de um vaso cerebral e há sangramento em algum ponto do sistema nervoso.

como prevenir um avc

Fatores de risco do AVC

Primeiramente, quando se fala de AVC hemorrágico, a prevenção é a chave. É muito importante saber que existem alguns fatores que podem indicar um risco maior de ocorrer um AVC.

Alguns fatores de risco para o AVC são:

  • Histórico familiar;
  • Pressão alta;
  • Colesterol elevado;
  • Diabetes;
  • Tabagismo;
  • Arritmias cardíacas (fibrilação atrial).

Contudo, se você tiver algum histórico na família ou acreditar que algum destes fatores possa contribuir para um AVC no seu caso, consulte um médico para realizar exames de rotina.

Quais os sintomas do avc/derrame cerebral?

Antes de tudo, o AVC é uma doença silenciosa. Desta maneira, é importante que você conheça os sintomas e possa agir a tempo.

Alguns sintomas de AVC são:

  • Fraqueza de um lado do corpo;
  • Dificuldade para falar;
  • Perda de visão;
  • Perda da sensibilidade de um lado do corpo;
  • Alterações motoras;
  • Paralisia de um lado do corpo;
  • Distúrbio de linguagem;
  • Distúrbio sensitivo
  • Alteração no nível de consciência.

Desta forma, assim que os sintomas aparecerem procure um médico imediatamente! 

Saiba como prevenir um AVC

Como vimos, esta é uma doença silenciosa. Portanto, a prevenção é fundamental.

Aproximadamente 80% dos casos de AVC poderiam ser evitados através do controle de fatores de risco como mudanças de hábitos.

  • Controle da Hipertensão Arterial;
  • Tratamento do Diabetes;
  • Redução nos níveis de Colesterol;
  • Redução de peso;
  • Prática regular de exercícios físicos;
  • Não fumar ou parar de fumar;
  • Tratamento da Síndrome da Apneia do Sono;

Primeiramente, controle sua pressão. Isso é importante porque a hipertensão é um dos maiores fatores de risco, sendo responsável por 50% dos casos.

Além disso, tenha uma alimentação saudável e reduza a gordura. Isto ajudará você a manter a pressão controlada. Ao mesmo tempo, é importante você controlar o consumo de açúcar.

É importante também cuidar do seu coração e manter uma rotina de exames em dia (check-ups). Monitorar seu sistema cardíaco ajudar a cuidar da sua saúde e consequentemente prevenir o AVC.

Outro ponto muito importante é reduzir o estresse. O estresse, além de aumentar sua pressão, pode promover a agregação das plaquetas, que funcionam no sistema de coagulação. Como resultado, pode haver a arritmia cardíaca e a contração das artérias.

É fundamental manter um estilo de vida saudável ao controlar a bebida, parar com o cigarro e cuidar do seu sono. Estas atitudes, portanto, podem contribuir para que você evite um AVC.

Além disso, cuidado ainda com a pílula anticoncepcional. Esse método contraceptivo pode provocar trombose em mulheres com histórico de familiares.

Como é realizado o tratamento do AVC?

O tratamento é feito na fase aguda, ou seja, nas primeiras horas após o início dos sintomas. Por isso é tão importante saber reconhecer e levar a pessoa imediatamente a um hospital. O tratamento é feito através do controle dos parâmetros clínicos associado a um medicamento injetável ou por via endovascular.

Michele Salvino
Meu nome é Michele Salvino. Estou no último semestre da faculdade de Nutrição. Sou apaixonada pelo estilo de vida saudável, por práticas que facilitem o bem-estar.