Benefícios do Pistache: além de delicioso, ajuda no controle da glicemia

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Originário do sudoeste da Ásia, o Pistache é um alimento super nutritivo, repleto de benefícios, nutrientes e vitaminas, além disso, é delicioso. Está presente em diversas receitas, desde sorvetes, doces, saladas e até no assado. O pistache é a semente da árvore pistácia e dispõe de substâncias antioxidantes como, por exemplo, o selênio e vitamina E, que auxiliam na inativação dos radicais livres e ainda colaboram na prevenção do envelhecimento precoce, além de outros benefícios.

Por outro lado, devido à presença de luteína, essa oleaginosa faz bem para a saúde dos olhos, da pele e ainda contribui no controle do diabetes. Ela também é rica em fibras solúveis, o que é ótimo para equilibrar o intestino.

Sintomas de diabetes? O consumo regular do Pistache serve até no controle da glicemia

Em primeiro lugar, podemos destacar um dos grandes benefícios encontrados no pistache: sua ação que atua no controle da glicose. Para isso, foi feito um estudo na Universidade de Rovira i Virgili com cerca de 50 pacientes que tinham dificuldade para controlar os níveis de açúcar no sangue.

Os voluntários foram divididos em dois grupos, que possuíam as mesmas dietas e hábitos, mas uma das turmas comeu 57 gramas de pistaches assados diariamente, por quatro meses. A conclusão foi: quem adicionou o ingrediente na dieta foi beneficiado.

Além disso, também notificaram baixas significativas nas taxas de colesterol, tornando o nível do colesterol normal, e triglicérides. Essa ação é resultado de alguns ativos presentes no pistache, como a luteína, zeaxantina e betacaroteno.

Presença do ômega-9

E não para por aí! Por fim, o pistache conta com propriedades antioxidantes que ajudam a combater os radicais livres, prevenindo desde o envelhecimento precoce até doenças degenerativas como Alzheimer.

Além disso, ele ainda possui propriedades anti-inflamatórias que contribuem no alívio de dores de cabeça tensionais e enxaquecas. Ele ainda conta com boas doses de ácidos graxos monoinsaturados, o ômega-9, por exemplo, que inibe o colesterol ruim, além de outros inúmeros nutrientes. Quem busca por emagrecimento, pode consumir o pistache sem medo!

Propriedades Benéficas do pistache

Pra que serve Pistache

1. Protege a saúde do coração

O Pistache contém gorduras boas, o que significa que pode ajudar na redução dos níveis de colesterol ruim — LDL — e aumentar os níveis do bom — HDL. Possui também a importante propriedade de ajudar na circulação sanguínea, dilatando as artérias e prevenindo coágulos sanguíneos. Estudos já comprovaram a eficiência do pistache no combate ao colesterol.

2. Melhora a digestão

A alta quantidade de fibras que o fruto contém auxilia no bom funcionamento intestinal, eliminando, de modo mais eficiente, as toxinas do organismo e promovendo sensação de saciedade.

3. Protege os olhos

O pistache contém carotenoides, como a luteína e a zeaxantina. Eles ajudam a proteger a visão, impedindo a ação dos raios ultravioletas, fortalecendo a saúde ocular e prevenindo doenças, como a degeneração macular.

4. Previne o câncer

Por conter um bom número de antioxidantes, o pistache colabora também na prevenção dos radicais livres, que degeneram as células, com o passar do tempo, o que facilita o aparecimento de doenças, como o câncer. Contém ainda substâncias que inibem a entrada de radiações nocivas ao organismo.

5. Melhora o aspecto da pele

O pistache é rico em vitamina E, um ótimo antioxidante, que atua protegendo também a pele, deixando inclusive o aspecto dela mais brilhante, evitando o ressecamento e envelhecimento precoce.

Publicidade

6. Ajuda no combate à diabetes

Consumir pistaches, após uma alimentação, pode ajudar na absorção correta da glicose pelo organismo. Além disso, o fruto é um importante no tratamento da (diabetes tipo 2), justamente por reduzir o nível glicêmico no sangue.

7. Protege o cérebro

O pistache é uma excelente fonte de vitamina B6, reconhecidamente protetiva da saúde do sistema nervoso. Além disso, substância ajuda no correto funcionamento dos neurotransmissores cerebrais.

8. Ajuda na manutenção do peso

O pistache é calórico — em 100 gramas do fruto existem cerca de 562 calorias — mas ele é rico em gorduras boas e favorece a sensação de saciedade, além de regular o sistema digestivo. Tais propriedades são interessantes para o controle ou perda de peso, desde que o pistache seja consumido com moderação.

9. Tem poder anti-inflamatório

Os minerais e antioxidantes presentes no pistache auxiliam também a defender o organismo de vírus e bactérias.

10. É bom para o sangue

Por conter boa quantidade de ferro, o fruto atua também no fortalecimento dos glóbulos vermelhos do sangue, prevenindo doenças, como a anemia.

11. Ajuda a melhorar o sistema imunológico

Além do poder anti-inflamatório relatado, os minerais e antioxidantes também ajudam a fortalecer o sistema imunológico.

12. É bom para o cabelo

Os nutrientes existentes no pistache atuam também na (fibra) capilar, deixando o cabelo mais saudável e estimulando o crescimento dos fios. Dessa forma, a biotina — presente no fruto — atua também na prevenção da queda capilar.

13. Tem poder afrodisíaco

Por estimular a circulação sanguínea e o sistema nervoso, o pistache pode favorecer também uma melhor energia sexual.

14. É uma boa fonte de energia

Como mencionado anteriormente, o pistache contém uma grande quantidade de calorias, cem gramas do fruto contém mais de 500 calorias. Sua alta absorção pelo organismo, que estimula a sensação de saciedade, aliada às proteínas presentes no fruto, ajudam o pistache a ser uma boa fonte energética.

Como eu devo comer pistache?

Ele é rico em fibras e proteínas de alta qualidade e, para consumir in natura, é preciso mastiga-lo bastante, o que favorece a sensação de saciedade. Por mais que sejam compostos por carboidratos, são do tipo complexo, o que obriga que sejam digeridos vagarosamente e que seja considerado um alimento de baixo índice glicêmico assim, contribui no controle da glicemia.

Uma curiosidade


Muitas pessoas acabam consumindo o pistache apenas na versão em grãos, salgados, torrados, como acompanhamento. No entanto, o fruto possui uma ampla gama de possibilidades culinárias. Na culinária turca e árabe é comum, por exemplo, usá-lo em doces. Além disso, a versão fresca, sem torrar, mais saudável que a versão torrada.

Publicidade