Ácido úrico alto sintomas e dieta para ácido úrico aumentado

Você sabia que o ácido úrico pode ser muito prejudicial à saúde? O ácido úrico alto, também chamado de hiperuricemia, pode causar alguns problemas como cálculos renais e acúmulo de cristais de ácido úrico nas articulações. O ácido úrico, a saber, é uma substância formada no nosso corpo após a digestão de proteínas. Essas proteínas, ingeridas e digeridas constituem uma substância com nome de purina.

As purinas se decompõem em ácido úrico. Assim, níveis aumentados de ácido úrico pelo excesso de purinas podem se acumular em seus tecidos e formar cristais. Isso pode causar ácido úrico alto no sangue.

Para que você não corra o risco de contrair uma doença grave por conta dessa substância, nós listamos 6 alimentos que ajudam a eliminar o excesso de ácido úrico do organismo. Confira!

1. Pepino ajuda a hidratar o corpo e a eliminar as toxinas

Muito usado no preparo de saladas, sucos e sanduíches, o pepino é um fruto que traz vários benefícios para a saúde. Ele é composto 96% por água e, justamente por isso, ajuda a hidratar o corpo e a eliminar as toxinas. Ao consumir receitas com pepino no dia a dia você faz uma desintoxicação do organismo e elimina o excesso de ácido úrico. Leia também: E quais são os benefícios do Lugol para saúde?

2. Cenoura atua como alcalinizante, eliminando o excesso de ácido úrico

Além de ser fonte de betacaroteno (um importante antioxidante), vitaminas e minerais importantes, a cenoura também atua como alcalinizante. Ou seja, ela consegue eliminar bem o ácido úrico e diferentes toxinas presentes no sangue. Uma boa dica é fazer um suco com cenoura, pepino, frutas e outros vegetais ricos em vitaminas e antioxidantes. Que tal?

3. Limão funciona como ingrediente detox

Você já deve ter visto por aí receitas detox envolvendo o limão: sucos, chás e até mesmo saladas que conseguem limpar bem o organismo. Essa fruta cítrica realmente possui uma quantidade grande de antioxidantes, tem alto teor de água e ajuda a diminuir o nível de ácido úrico no organismo. Legal, né?

4. Alho também ajuda a eliminar as toxinas do corpo

Muita gente não sabe, mas além de funcionar como ótimo tempero o alho fornece antioxidantes, possui propriedades antibacterianas, antifúngicas e traz outros benefícios ao organismo. Ele também ajuda a eliminar as toxinas (inclusive o ácido úrico) do sangue, a regular o colesterol e a pressão arterial. Interessante, né?

A nossa sugestão é fazer uma solução caseira para limpar e fortalecer o organismo: em um copo de água fria, coloque um ou dois dentes de alho cru e, então, amasse-os para liberar todas as substâncias benéficas na água. Depois, é só tomar como um remédio! Muitas pessoas fazem isso para desintoxicar o organismo no dia a dia. No entanto, antes de adotar esse hábito, lembre-se de consultar um médico ou nutricionista, ok?

5. Alcachofra é fonte de vitamina C, fibras e ajuda a eliminar o ácido úrico do sangue

Muitas pessoas conhecem a alcachofra por sua capacidade de auxiliar na perda de peso. No entanto, esse vegetal traz muitos mais benefícios do que aparenta: é fonte de fibras, potássio, magnésio, vitamina C e ácido fólico (vitamina B9). Além disso, a alcachofra é altamente diurética, ajuda a eliminar as toxinas (o ácido úrico) e a diminuir inchaço. Por isso, a nossa sugestão é tentar usá-la com mais frequência quando for preparar saladas e outros pratos que utilizem o ingrediente.

6. Laranja contribui para a desintoxicação do sangue

Assim como o limão, a laranja faz parte do grupo de frutas cítricas que ajudam a eliminar as toxinas do sangue. Fonte de vitamina C e antioxidantes, a laranja é um dos alimentos que mais contribui na hora de tirar o excesso de ácido úrico do organismo. Além de comê-la in natura, você pode fazer sucos, saladas, vitaminas e até mesmo molhinhos. Que tal?

Quer saber mais sobre o assunto e descobrir o que são as purinas, as bases nitrogenadas que geram o ácido úrico? Então confira o conteúdo completo!

ácido úrico tratamento com limão

O que são purinas?

São compostos que quando metabolizados, formam o ácido úrico. Encontrados principalmente nos alimentos ricos em proteínas e quando consumidos em excesso, podem elevar os níveis de ácido úrico, podendo acarretar problemas como gota e litíase renal.

Alimentos com grande quantidade de purinas

Os alimentos listados abaixo devem ser evitados.

  • extrato de carne;
  • consumo de carne e frango;
  • coração, fígado, rins, miolos;
  • vitela, carneiro, cabrito;
  • bacon, frios, embutidos em geral;
  • peixes e frutos do mar: arenque, anchovas, bacalhau, sardinha, salmão, mexilhão, camarão, ostras, lagosta, caranguejo, ovas de peixe;
  • aves: galeto, peru, perdiz, pombo, ganso;
  • bebidas alcoólicas.

Alimentos com teor moderado de purinas 

Os alimentos listados abaixo podem ser consumidos moderadamente.

  • carne bovina: 100 g / dia (exemplo: alcatra, coxão mole e duro, patinho);
  • frango sem pele: 120 g / dia;
  • peixe: 100 g / dia (exceto os citados no 1.º grupo): pescada, merluza;
  • leguminosas como feijão, ervilha, grão-de-bico, lentilha: 1/2 xícara, 1 vez ao dia;
  • aspargos, cogumelos, espinafre, couve-flor;
  • margarina, manteiga;
  • chocolate.

Alimentos com baixo teor de purinas

  • frutas, suco de frutas;
  • café, leite desnatado, queijo Minas frescal, iogurte desnatado;
  • arroz, massas, pães, biscoitos, cereais;
  • verduras e legumes (exceto os citados anteriormente);
  • nozes;
  • azeite, azeitona;
  • pipoca;
  • óleos.

Recomendações Gerais

  • Ingerir líquidos em abundância (água, chá de ervas e água de coco);
  • Controlar rigorosamente as quantidades de carnes e leguminosas da dieta.